Centro de Referência das Juventudes

Fotos: Paula Barbosa

O Centro de Referência das Juventudes (CRJ) vai ser o seu lugar! Aqui, você vai encontrar uma galera disposta a te dar suporte naquilo que você precisa: Está em dúvida sobre o que fazer para gerar renda? Quer entender melhor como fazer uma faculdade? Gosta de desenho e quer fazer curso de animação audiovisual? Ou quem sabe aprender a tocar violão ou fazer teatro? Está a fim de criar um canal no youtube e quer entender melhor como fazer e quais ferramentas existem? Tem um coletivo e quer encontrar uma maneira de gerar renda com as atividades de vocês? Está precisando de um lugar para acessar a internet e encontrar os amigos? Ou quem sabe um espaço para organizar um cineclube ou fazer uma reunião? Quer ajuda para montar um currículo e um portfólio legal? O CRJ irá trazer todas essas possibilidades num único lugar, que tem a cara das juventudes.

Os Centros estão em processo de implementação e serão um espaço de garantia de direitos d@s juventudes capixabas, conforme o Estatuto da Juventude (lei 12.852/2013). Lá, @s jovens irão encontrar uma equipe formada por psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, educadores, articuladores locais, oficineiros e outros profissionais que entendem a importância de se viver a juventude com autonomia, escrevendo a sua própria história.

O Governo do Estado vai implementar 14 Centros em 10 municípios do Estado, nos territórios que compõem o Programa Estado Presente. Os Centros são fruto de uma parceria do Governo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).  

Como vai funcionar!

O CRJ funcionará nos seguintes municípios: Vila Velha, Serra, Cariacica, Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, São Mateus, Aracruz, Colatina e Guarapari. Os dois primeiros Centros serão implementados nas regiões do Polígono Feu Rosa – Vila Nova de Colares – Ourimar, em Serra, e na Região da Grande Terra Vermelha, em Vila Velha. O espaço que receberá o CRJ será um ambiente aberto, coletivo e acolhedor, que receberá as juventudes em toda sua diversidade, com atenção e cuidado. @s jovem serão ouvid@s em suas demandas, cabendo à equipe o esforço no sentido de encontrar caminhos e soluções para atendê-l@s, a partir dos seguintes eixos:

O Eixo Cola Aê será o de entrada no CRJ. Poderá ser pra fazer um curso ou oficina, para usar computadores e internet, para o empréstimo de equipamentos audiovisuais, entre outros serviços. Se @ jovem quiser, poderá passar a ser acompanhad@ pela equipe do CRJ e criar um Planejamento de Vida (PVida), ou seja, junto com a equipe, traçar um caminho de sonhos e possibilidades, com metas e um percurso a ser seguido. Este é o Eixo Fortalece Família. Estes dois eixos (Cola Aê e Fortalece Família) formam o Núcleo Socioafirmativo e de Acesso do Centro.

Mas, se @ jovem chegar mais interessad@ na geração de renda, vai poder participar do Eixo Tô no Topo. O objetivo aqui será entender as necessidades e possibilidades individuais ou de um grupo (coletivo), para construir um Plano de Possibilidade de Trabalho, com acompanhamento da equipe. Este é o Núcleo de Economia Criativa, Trabalho e Renda, que também contará com o Trampo Coletivo – um espaço de coworking, com computadores, telefone, impressora, sala de reunião à disposição d@s jovens – e o Laboratório de Potencialidades Capixaba (LAB Poca) – um laboratório criativo, que poderá ser de cozinha, audiovisual, moda, entre ouros, e possibilitará a geração de renda para @s jovens do território.   

Entre @s participantes do Fortalece Família e do Tô no Topo, a cada seis meses serão selecionados 15 jovens para receber uma bolsa de Jovem Mobilizador, que irão atuar como lideranças no próprio território, divulgando as ações do Centro, participando de oficinas, cursos e eventos e das atividades do LAB Poca.

 

Serviços que serão oferecidos no CRJ:

  • Oficinas e cursos de qualificação e profissionalizantes

  • Acompanhamento individual e/ou coletivo

  • Atividades e eventos artísticos, culturais e esportivos no território

  • Mostra semestrais e anuais dos trabalhos produzidos

  • Mostra de Profissões

  • Auxílio Transporte

  • Passeios, vivências e/ou visitas fora do território

  • Jovens mobilizadores

  • Empréstimo de equipamentos audiovisuais e salas

  • Acesso à internet
  • Promoção da geração de renda através do LAB Poca

 

Ilustração: freepik.com